top of page

Como receber Pix no seu negócio: principais vantagens e como fazer

Atualizado: 19 de mai. de 2023

O Pix chegou e veio para ficar! Entenda todos os aspectos e a real importância de disponibilizar o pagamento via Pix para os seus pacientes.

Paciente utilizando seu dispositivo para ler um código QR e efetuar um pagamento via Pix.
O Pix é uma das forma mais práticas, rápidas e seguras de receber seus pagamentos.

Apesar de ter se tornado a principal forma de pagamento no Brasil, ainda existem muitas clínicas que não sabem como receber Pix. Conhecer por completo essa forma de pagamento instantânea é fundamental.


De acordo com um artigo no site da CNN Brasil, nos três últimos meses de 2021, o Banco Central registrou 3,9 bilhões de transações feitas com o Pix, contra 3,8 bilhões de outros meios de pagamento. Esse número representa um avanço de 34% comparado com o terceiro trimestre de 2021.


Saber como receber Pix e enviar, pode trazer inúmeros benefícios para sua clínica, porque é uma forma de pagamento rápida, prática e também segura. Descobrir como receber pelo Pix no negócio tornará sua estratégia mais assertiva para alcançar seus objetivos e trazer mais comodidade para seus pacientes.


Por isso, preparamos este artigo para apresentar as maneiras de como receber Pix, suas vantagens, como fazer e muito mais. Após a leitura deste blog, você concluirá que a utilização do Pix pelos seus pacientes resultará na redução de custos, agilidade nas transações, integração de dados, segurança nas operações e outros.


Neste blog você verá:

Boa leitura!


Como funciona o Pix?


Esse novo meio de pagamento, que funciona de maneira instantânea, foi criado pelo Banco Central e pode ser utilizado a qualquer hora e dia da semana, sem pagar taxas e o dinheiro cai na hora.


Através do Pix, tanto pessoas jurídicas quanto pessoas físicas podem receber e enviar dinheiro em poucos segundos, revolucionando as transações financeiras que eram feitas anteriormente por boleto, cartão, DOC e TED. Qualquer instituição financeira com mais de 500 mil clientes deve por lei oferecer o Pix como meio de pagamento através dos canais já existentes utilizados pelos clientes.


Contudo, segundo a página de Economia do Uol, o Banco Central alterou em 1º de dezembro, as regras de limites para transações no Pix e divulgou outras melhorias operacionais de como receber Pix e realizar pagamentos instantâneos.

Agora, o Banco Central desobrigou as instituições financeiras participantes do Pix de aceitar solicitações de clientes para mudar o período do noturno e eliminou a obrigatoriedade de limite por transação, mantendo apenas o limite por período do dia. Em agosto de 2021, o Banco Central estabeleceu um limite de R$1 mil para transferências noturnas, com o objetivo de tentar dificultar a ação de criminosos, como assaltos e sequestros relâmpagos. Mas permitiu que os usuários alterassem o horário de início desse período, assim como modificasse o valor total permitido por operação durante todo o dia.


Porém, houve pouca demanda pelos usuários, em virtude da baixa efetividade para limitar os crimes e bastante complexidade operacional para as instituições financeiras.


A partir de agora, a solicitação de aumento do limite poderá ser acatada a critério da instituição participante. Quanto ao período noturno, fica definido de 20 horas às 6 horas, mas os bancos e demais participantes podem ofertar, a seu critério, a possibilidade de mudar para entre 22 horas e 6 horas.


Além disso, o Banco Central determinou que agora as instituições poderão definir os limites para pessoas jurídicas. Outra mudança foi a alteração do balizador para definição dos limites transacionais nas operações com finalidade de compra, que passa a ser a TED em vez do cartão de débito.

O motivo das novas regras sobre os limites de valor para as transações no âmbito do Pix, tem como objetivo simplificar as regras de implementação e de aprimorar a experiência dos usuários ao efetuar a gestão de limites por meio de aplicativos, mantendo o atual nível de segurança. Segundo o Banco Central, não sofreram alterações as regras para o pedido de alteração de limites.

Foi mantida a exigência de que pedidos para redução de limite - seja de transações de saque, pagamentos ou transferências - sejam acatados de forma imediata, enquanto pedidos para ampliação dos limites são processados e produzem efeitos, se acatados pelo pelo participante, entre 24 e 48 horas após a solicitação do usuário.

Outra mudança nos limites foi o aumento para a retirada de dinheiro por meio de transações de Pix Saque e Pix Troco. Atualmente, o limite de saque com Pix é de R$500,00 no período diurno e de R$100,00 no período noturno. Os limites passarão a ser de R$3 mil e R$1 mil, respectivamente e os usuários terão acesso ao serviço com condições similares às do saque tradicional.

O Banco Central ainda fez mudanças operacionais de como receber Pix, para facilitar o recebimento de recursos por correspondentes bancários, a exemplo do que já ocorre com as lotéricas, e viabilizar o pagamento de salários, aposentadorias e pensões pelo Tesouro Nacional por meio do Pix.


Quais são as principais vantagens do Pix para empresas?


A modalidade de pagamento Pix está em um momento muito positivo, e nas compras online a escolha dessa opção está crescendo. Segundo a Consultoria Gmattos, entre 2021 e 2022, a aceitação da modalidade nas maiores lojas virtuais do país cresceu 281%.

Se você ainda não está convencido de como receber Pix pode ser vantajoso para seu negócio, seguem abaixo algumas vantagens que esse recurso pode te proporcionar:

  • Praticidade;

  • Pagamentos e recebimentos imediatos;

  • Inclusão financeira;

  • Escolha mais ampla de métodos de pagamento;

  • Melhor controle do fluxo de caixa;

  • Rapidez no processo de venda;

  • Dados atualizados e serviços diferenciados;

  • Vantagem competitiva Disponibilidade e agilidade;

  • Aumento das conversões;

  • Transações seguras.

Pagamentos instantâneos


As transações através do Pix acontecem em tempo real, a pessoa ou empresa favorecida recebe a ordem de pagamento de maneira imediata. O Pix se tornou a opção de pagamento online mais rápida e com o custo mais baixo, pois a transação se dá de forma direta entre o pagador e o recebedor, e sem a intermediação durante a transação.

Transações liberadas em qualquer dia e horário


Vale ressaltar, que as transações por Pix estão disponíveis todos os dias e horários na semana, independente de feriados e finais de semana, com a mesma velocidade e características das transações realizadas nos horários comerciais. É importante, também, que você saiba como receber Pix de forma automática. Nesse módulo você recebe a partir da leitura de um QR Code ou apenas informando o e-mail, número de celular ou CPF/CNPJ. As outras modalidades de transferência, como DOC e TED, possuem restrições de dias e horários, sendo que durante os finais de semana e feriados, essas transações não operam.

Custos menores


O Banco Central, criador do Pix, determinou a gratuidade para pessoas físicas, microempresas individuais (MEIs) e empresários individuais (EIs). Salvo em algumas situações, como quando uma pessoa recebe um pagamento oriunda de uma venda comercial, seguindo alguns critérios. Pessoas jurídicas que não são microempreendedores individuais nem empresários individuais serão cobradas tanto no recebimento quanto no envio do Pix. Os valores serão determinados por cada instituição financeira, caso queiram fazê-lo, seguindo as orientações do Banco Central.

Custo baixo para os demais casos


Segundo a Folha de São Paulo, dos cinco maiores bancos brasileiros, somente a Caixa Econômica Federal não cobra o envio de valores nessa modalidade realizados por clientes pessoa jurídica. Os bancos Santander, Banco do Brasil, Itaú Unibanco e Bradesco aplicam tarifas que variam de acordo com o valor da operação e com o tipo de chave utilizada.


Operações documentadas e facilmente consultadas


Todas as transações realizadas por Pix devem aparecer no extrato bancário da conta, discriminadas das outras operações bancárias e de fácil identificação. Elas devem estar com a palavra Pix, independente se for envio ou recebimento.


Maior controle financeiro


Aguardar o prazo estabelecido para que os pagamentos sejam efetivados é um problema que muitos gestores pelo país enfrentam. Com milhares de movimentações acontecendo a todo momento, quanto mais rapidez nas transações maior a otimização do fluxo de caixa da empresa, aumentando a probabilidade do sucesso do negócio.

Talvez você possa se perguntar: como receber Pix pode elevar minha gestão financeira? Com os pagamentos recebidos através do Pix, despesas e dívidas serão quitadas ou investimentos poderão ser realizados de maneira mais rápida do que outros tipos de recebimento.


Por que é importante oferecer diferentes métodos de pagamento aos clientes?

Quando sua clínica oferece diversos métodos de pagamento é um indicativo que o negócio está preparado para oferecer um melhor atendimento e uma melhor jornada na experiência de compra.

Você fará bem em adicionar a opção de Pix, além dos mais comuns como, transferências eletrônicas, boleto bancário e cartões. O diferencial do Pix é a possibilidade dos pagamentos serem realizados diretamente do celular do pagante trazendo mais praticidade e economia para seus pacientes.

Como receber PIX como forma de pagamento pode ajudar o meu negócio?


Após escolher oferecer o Pix como mais uma forma de pagamento, você deve divulgá-lo para seus pacientes. Na sua clínica o código QR pode ser colocado em um local estratégico, durante algumas conversas você pode informar essa nova opção e destacar o Pix como a primeira opção de pagamento.

Para maior comodidade e praticidade, o pagamento através do Pix proporciona uma experiência positiva tanto para o empreendedor quanto para o cliente, além de contribuir para o sucesso do negócio.

Para sua segurança e controle dos pagamentos, você pode ativar as notificações no seu celular do aplicativo de seu banco, garantindo que no momento em que você receber um Pix, será alertado e assim vai poder organizar melhor suas entregas.

Veja como receber Pix traz algumas vantagens para seu negócio:

  • O Pix demora menos de um minuto para cair em sua conta e você não precisa esperar dias para confirmar a compra ao seus pacientes;

  • Facilidade para seus pacientes: diferente do pagamento com os cartões, seus pacientes não precisam ter cartões de crédito ou débito para realizar a compra, basta um celular e ter saldo na conta para realizar o pagamento;

  • Diminuição na emissão de boletos: a emissão de um boleto bancário gera taxas e é uma forma de pagamento que muitas vezes seus pacientes esquecem de pagar ou simplesmente desistem da compra;

  • Melhor experiência para seus pacientes: o pagamento através do Pix facilita a confirmação da compra e garante uma maior agilidade no envio de seus produtos, aumentando as chances de fidelização dos seus pacientes.

Como receber Pix no seu negócio?


Se você optar por oferecer o Pix como forma de pagamento no seu negócio, saiba como receber Pix é fácil e rápido, podendo disponibilizar uma chave Pix, que você deverá criar no aplicativo de um banco de preferência, o QR code e o Pix copia e cola.


Como receber pela chave Pix


Como receber Pix por uma chave? Após cadastrar sua chave Pix e vincular com sua conta bancária, basta informá-la para a pessoa que irá realizar o pagamento.


Você pode escolher seu CPF, e-mail, seu número de telefone celular ou mesmo uma chave aleatória criada automaticamente. Os apps de pagamento incluem uma função para acessar a lista de contatos da pessoa e informar todos os números da agenda com uma opção de Pix vinculada.


Como receber Pix pelo QR Code


Como receber Pix pelo QR Code? O QR Code possibilita utilizar o mesmo código várias vezes para cobranças. O pagante deve escanear com a câmera do celular no aplicativo do banco, digitar o valor e enviar o pagamento para a chave do destinatário. Para cobrar com o código, siga esses passos:

Também é possível imprimir o código e exibi-lo. Nessa situação, é recomendável gerar o QR Code sem um valor definido. Alguns aplicativos de banco permitem gerar códigos com prazo de validade e até mesmo cobrança de juros.

Como receber Pix pelo Copia e Cola


Como receber Pix pelo copia e cola? Essa função copia e cola é muito usada em plataformas de e-commerce, mas também pode ser aplicada para qualquer tipo de cobrança. No lugar do QR Code, é possível enviar um código em texto com o valor fixo do pagamento. Assim, o pagador copia e insere essa sequência no aplicativo para pagar.

É semelhante ao método de digitar um código de barras de um boleto ao invés de escaneá-lo. Para gerar o código, siga os mesmos passos para criar o QR Code. Após essa etapa, toque em “Pix copia e cola” para o código ser copiado. Daí, o código está pronto para ir para a área de transferência ou ser compartilhado.

Principais problemas da cobrança pelo Pix e como resolvê-los


Oferecer o Pix como forma de pagamento traz muitas vantagens para seu negócio, mas podem ocorrer alguns problemas no momento do pagamento e prejudicar a entrega do valor transferido via Pix.

Você já passou por essa situação e não pôde receber seu pagamento? Para entender os imprevistos que podem ocorrer, conheça agora os principais problemas e como resolvê-los. Veja a seguir, algumas razões.

Pix em processamento


Uma transação feita por Pix geralmente leva até 10 segundos para ser concluída. Se após esse tempo você não receber o valor, aparecerá uma mensagem dizendo Pix em processamento na tela do seu aplicativo ou internet banking. Portanto, a mensagem recebida evidencia que o valor enviado ainda não chegou ao destino e será preciso aguardar mais um pouco. Oriundo da tecnologia, o Pix também está sujeito a oscilações do sistema e instabilidade. Nesse momento pode ocorrer da transação ficar em processamento e demorar mais para ser concluída. Existem alguns motivos que podem causar essa instabilidade, como: • Erro de digitação da chave Pix; • Problemas de conexão da internet no local; • Sobrecarga no sistema do celular ou computador que está sendo utilizado; • Instabilidade no sistema da instituição financeira que está sendo utilizada; • Problemas no sistema do Banco Central. No caso de instabilidade no sistema do Banco Central ou do seu banco, é possível que você não seja o único que está sendo afetado. Caso isso aconteça, o melhor a fazer é aguardar um tempo e verificar novamente se a transação foi efetivada. Caso você esteja com pressa, existe a possibilidade de entrar em contato com a Central de Atendimento do seu banco para obter mais informações. Dependendo da situação, você mesmo pode tentar algumas ações para resolver o prob vamos ver algumas:

Reinicie seu aparelho de celular


Talvez seu celular ou computador esteja sobrecarregado, com muitos aplicativos sendo utilizados ao mesmo tempo. Reiniciar o celular pode resolver o problema.

Confira a sua conexão com a internet


O Pix será realizado somente através da conexão com a internet. Uma instabilidade da rede pode resultar em falhas na transferência. Verifique se outros sites estão funcionando e, se preciso, reinicie o modem e o roteador.

Feche o aplicativo do banco e abra novamente

Fechar o aplicativo do banco e abri-lo novamente pode resolver alguns problemas pontuais de conectividade que podem estar dificultando a transferência.

Verifique todas as informações do recebedor

Erros de digitação acontecem, por isso vale a pena conferir se a chave Pix inserida está correta.

Opção fora do ar


Quando o PIX está fora do ar, talvez seja apenas uma instabilidade no aplicativo do seu banco. Nessa situação, o problema pode ser resolvido em pouco tempo ou em algumas horas.

Também pode ser a oscilação do próprio Banco Central (BC) e não de alguma instituição financeira, com isso todas as transações serão afetadas. A alternativa é esperar que o Banco Central resolva.

Contudo, como o sistema é utilizado por todas as instituições financeiras que adotam esse meio de pagamento instantâneo, a tendência é que tudo volte ao normal rapidamente.


Chave Pix errada


Devido a rapidez das transações realizadas através do Pix pode ocorrer de você colocar alguma informação errada, e para recuperar o valor depositado em uma conta errada talvez haja um pouco de trabalho.


Como receber Pix de volta quando enviado para a chave errada? Caso aconteça com você, saiba que, de acordo com o Banco Central, por meio do MED (Mecanismo Especial de Devolução), um conjunto de regras e procedimentos sobre a devolução do Pix, é possível efetuar a devolução do dinheiro em algumas situações.

“É destinado a viabilizar a devolução de um Pix a partir do próprio participante recebedor. Ou seja, é o mecanismo que permite que o participante recebedor debite recursos recebidos por meio de um Pix da conta do seu cliente sem pedir a sua autorização a cada devolução”, diz o Banco Central.

O MED atua em casos específicos, como, por exemplo, em casos de fraude ou falha operacional no sistema das instituições das pessoas envolvidas na transação. Assim, quem fez o Pix por engano não se encaixa nesse mecanismo de devolução do dinheiro.

A pessoa que fez a transferência para uma chave errada pode entrar em contato com a instituição, com todas as informações possíveis da outra pessoa que recebeu o Pix errado para comunicar o erro da transferência. Quem recebeu algum valor por engano, tem até 90 dias para realizar a devolução do dinheiro para a pessoa que fez o pagamento errado.

A devolução do valor recebido é realizada através do pelo próprio aplicativo no qual o dinheiro foi recebido, por meio da opção “devolver esse pagamento”, clicando na transação desejada, que se encontra no extrato.

Caso o recebedor se negar a fazer a devolução do dinheiro, ele estará cometendo um crime de apropriação indébita, conforme consta no artigo 169 do Código Penal e em algum momento, poderá sofrer uma ação de natureza cível.

O pagador, além do pedido de restituição do valor, poderá solicitar uma indenização por danos morais.

Conclusão


Durante a leitura deste blog sobre como receber Pix, foi possível observar que o Pix é um novo método de pagamento que se consolidou como a forma mais utilizada pelos brasileiros, principalmente quando olhamos os números de transações ocorridas apenas no primeiro semestre de 2021.

A tendência é que o sistema ganhe ainda mais forças e passe por atualizações recorrentes para garantir agilidade, praticidade e segurança.

E quando pensamos, como receber pix é vantajoso tanto para quem vai pagar, quanto para quem vai receber, pode motivar cada vez mais os proprietários de negócio a investirem nessa modalidade de forma de pagamento.

Se você ainda não ativou essa nova possibilidade de pagamento na sua clínica, ative e faça um teste, é mais uma opção para você facilitar a vida do seu paciente e alcançar o sucesso do seu negócio.


552 visualizações

Comments


bottom of page