top of page

Dentista deve ou não cobrar pela avaliação odontológica?

Atualizado: 9 de mai.

Entenda por que muitos dentistas ficam em dúvida se devem cobrar ou não pela avaliação odontológica. Este conteúdo completo vai abordar os aspectos éticos, legais e financeiros da questão, além de apresentar estratégias eficazes para tomar a decisão mais assertiva para o seu consultório.


Uma dentista na dúvida se deve cobrar ou pela avaliação odontológica.
Elimine suas dúvidas sobre cobrar ou não pela avaliação odontológica

O que você acha do dentista cobrar pela avaliação odontológica? Deve ou não deve?


Essa indecisão gera insegurança nos profissionais, confusão nos pacientes e, consequentemente, perda de oportunidades. Mesmo que outros dentistas não estejam cobrando pela avaliação odontológica, a Lei 5.081/66 é clara: é proibido por lei que o cirurgião-dentista preste serviço gratuito em consultórios particulares.


A prática do dentista não cobrar a avaliação odontológica é antiga e mudar o entendimento dos dentistas que não cobram e os pacientes que não estão acostumados a pagar é uma tarefa desafiadora. Mesmo com o embasamento da lei, alguns pacientes acreditam que a cobrança é algo ilegal.


Neste blog, você terá acesso a um guia completo que te ajudará a quebrar esse conceito errôneo e encontrar a melhor forma de gerar valor para a avaliação odontológica paga em seu consultório ou clínica.


Não perca a oportunidade de compreender a importância de cobrar pela avaliação odontológica e de como vencer os desafios de mudar o entendimento dos pacientes que buscam esse atendimento de forma gratuita.


Neste Blog você verá:



Boa leitura!



Por que alguns dentistas não cobram pela consulta inicial?


Muitos pacientes visitam regularmente consultórios e clínicas odontológicas com o objetivo de prevenir doenças, manter o sorriso bonito e garantir a qualidade de vida.


Porém, alguns pacientes ainda adiam ou evitam ir ao dentista por receio do custo do tratamento. É nesse contexto que surge a dúvida: a avaliação odontológica inicial deve ser cobrada?


Conforme mencionado no início do blog, é importante salientar que, segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO) e a Lei nº 5.081/66, oferecer consulta gratuita é vedado aos dentistas. Essa norma visa garantir a valorização da profissão e a qualidade do atendimento prestado. Em resumo, o correto é o dentista cobrar a avaliação odontológica.


No entanto, a prática de oferecer a consulta inicial gratuita ainda é bastante comum. Apesar de parecer uma estratégia vantajosa para atrair pacientes, essa abordagem pode trazer diversos problemas, tanto para o profissional quanto para a clínica como um todo.


Abaixo vamos considerar alguns motivos que levam muitos dentistas a não cobrarem pela avaliação odontológica.


Falta de confiança


Alguns dentistas optam por não cobrar pela consulta inicial por falta de confiança em suas habilidades para converter o paciente em um cliente fiel. Acreditam que a consulta gratuita é necessária para "vender" seus serviços, demonstrando valor e conquistando a confiança do paciente.


Problemas de comunicação


A dificuldade na comunicação entre dentista e paciente é um problema real que pode ter diversas consequências negativas, incluindo a falha em cobrar pela avaliação odontológica.


Quando a comunicação falha, diversas situações podem surgir, impactando diretamente na cobrança da avaliação odontológica:


O paciente não entende o valor da avaliação: se o dentista não explicar claramente os objetivos da consulta e os benefícios que ela proporciona, o paciente pode não compreender sua importância e se recusar a pagar.


Falta de clareza sobre os custos: a falta de transparência em relação aos valores cobrados pela avaliação pode gerar desconfiança no paciente e levá-lo a buscar atendimento em outro lugar.


Sensação de pressão: se o dentista abordar o tema da cobrança de forma abrupta ou insistente, o paciente pode se sentir pressionado e constrangido, o que pode prejudicar o relacionamento e dificultar a cobrança.


Falta de justificativa: se o dentista não apresentar uma justificativa clara para a cobrança da avaliação, o paciente pode questionar sua necessidade e se recusar a pagar.


Receio da concorrência


O medo de perder pacientes para a concorrência leva muitos dentistas a não cobrarem pela avaliação odontológica. Mesmo sabendo que não é o correto, clínicas odontológicas oferecem avaliações gratuitas para competir com outras clínicas que não cobram pela consulta inicial. 


Dentistas temem que, ao cobrar, percam pacientes para outros profissionais que oferecem a consulta gratuita. Essa visão, no entanto, é míope e ignora a legislação e a oportunidade de gerar receita para a clínica.


Desafios na gestão financeira


A má gestão financeira da clínica pode levar ao impulso de oferecer consultas gratuitas como forma de atrair pacientes e gerar receita. Essa prática, porém, é ilegal e insustentável a longo prazo e pode comprometer a saúde financeira do negócio.


A decisão de cobrar pela avaliação odontológica impacta diretamente na gestão financeira do consultório. Cobrar pela consulta pode aumentar o faturamento, mas também pode levar à perda de pacientes e à necessidade de investir em estratégias de marketing para atrair novos pacientes.



Por que o dentista precisa cobrar pela avaliação odontológica?


A consulta inicial exige tempo do dentista para realizar uma avaliação completa da saúde bucal do paciente, incluindo histórico médico, análise dos dentes, gengivas e mucosa bucal, exames radiográficos (se necessário) e a elaboração de um plano de tratamento personalizado. Quando o dentista cobrar a avaliação odontológica, vai garantir que ele tenha tempo suficiente para se dedicar a cada paciente com a devida atenção e cuidado.


O custo da consulta ajuda a custear os recursos e a tecnologia necessários para um diagnóstico preciso e um plano de tratamento eficaz, como equipamentos odontológicos modernos, materiais de qualidade e softwares de gestão clínica.


Dentistas investem anos de estudo e treinamento para se especializar em suas áreas de atuação. Cobrar a avaliação permite que o dentista seja recompensado por sua expertise e pelo valor que agrega à saúde bucal do paciente. A seguir alguns aspectos que evidenciam a importância de cobrar pela avaliação odontológica:


Valorização do serviço: o dentista cobrar avaliação demonstra confiança nas habilidades próprias e no valor do serviço que ele oferece. Isso ajuda a atrair pacientes que reconhecem e apreciam a qualidade do atendimento.


Melhor seleção de pacientes: a cobrança ajuda a selecionar pacientes mais comprometidos com o tratamento, reduzindo o índice de inadimplência e aumentando a lucratividade.


Negociação transparente: com um preço definido desde o início, a negociação com o paciente se torna mais transparente e eficiente, evitando constrangimentos e frustrações.


Sustentabilidade financeira: o dentista cobrar avaliação garante um fluxo de caixa previsível e sustentável para a clínica, permitindo investimentos em infraestrutura, equipe e tecnologia.


Desmistificando a ideia de consulta gratuita na odontologia


A ideia de que a avaliação odontológica deve ser gratuita é um mito que precisa ser desmistificado. Assim como em qualquer outra área profissional, a consulta odontológica exige tempo, expertise e recursos do dentista. O dentista cobrar avaliação é essencial para garantir a remuneração justa para ele e a sustentabilidade da clínica.


A oferta de consultas odontológicas gratuitas, embora possa parecer uma ação generosa e benéfica, levanta diversas questões e preocupações, tanto do ponto de vista legal, quanto profissional e financeiro. É importante desmistificar essa ideia e conscientizar a população sobre os impactos negativos que essa prática pode ter na qualidade do atendimento, na valorização da profissão e na saúde bucal dos pacientes.


Oferecer um atendimento de excelência para novos pacientes é uma alternativa vantajosa para atrair clientes e fidelizá-los, sem comprometer a lucratividade do negócio e infringir a legislação.


Como superar os obstáculos à cobrança?


Uma maneira de vencer a resistência ao pagamento da avaliação odontológica é educar seus pacientes sobre a importância desse momento do atendimento. Explique como a avaliação contribui para a prevenção e o diagnóstico precoce de problemas bucais, o que pode evitar a necessidade de tratamentos mais complexos e dispendiosos no futuro.


Uma estratégia para superar os obstáculos de cobrar a avaliação odontológica dos seus pacientes é saber como precificar seus tratamentos corretamente. Aproveite a oportunidade e aprenda a cobrar um valor justo pelos seus tratamentos e não perca  pacientes e nem dinheiro. Baixe agora nosso ebook gratuito, clicando no link: Precificação de tratamentos odontológicos.


Considere cobrar um valor simbólico pela avaliação, assim, você demonstra profissionalismo e valoriza o serviço prestado. Seja transparente sobre os custos e benefícios da avaliação para construir uma relação de confiança com os pacientes. 


Confira a seguir algumas sugestões para vencer objeções de pacientes que não desejam pagar a avaliação odontológica:


Comunicar o valor do serviço: O dentista deve ser capaz de comunicar de forma clara e concisa o valor do seu serviço, destacando os benefícios que o paciente terá ao investir no tratamento.


Oferecer alternativas: É importante oferecer alternativas para pacientes com dificuldades financeiras, como diferentes meios de pagamentos, como forma de facilitar o fechamento de contratos. 


Conheça todas as formas de pagamento disponíveis para seus pacientes acessando o blog: Meios de Pagamento para Dentistas: feche mais tratamentos com um controle de inadimplência eficiente


Investir em marketing: Investir em marketing para divulgar os diferenciais da clínica e os benefícios da consulta paga ajuda a atrair pacientes que valorizam a qualidade do atendimento.


Gerenciar as finanças: Uma gestão financeira eficiente é fundamental para garantir a sustentabilidade da clínica e permitir a cobrança pela consulta inicial sem comprometer a captação de novos pacientes.


Em resumo, é fundamental que os profissionais de odontologia não se sintam receosos em cobrar pela consulta inicial. Muitas vezes, a dúvida sobre o pagamento está mais na mente do dentista do que na do paciente. Quando o dentista apresenta o preço com confiança, baseado em seu conhecimento e habilidades, os pacientes tendem a aceitar e valorizar o serviço oferecido.


A comunicação clara e transparente, aliada à confiança no próprio trabalho, é a chave para superar os obstáculos à cobrança e garantir uma relação saudável com os pacientes.



Conclusão


Um dentista cobrar pela avaliação odontológica não é apenas uma questão de receita, mas sim de valorização profissional e sustentabilidade do negócio. Ao implementar as estratégias corretas, os dentistas podem superar os obstáculos e colher os diversos benefícios que essa prática oferece.


Oferecer um atendimento odontológico de qualidade é um fator importante para fidelizar pacientes e garantir o sucesso da sua clínica. Quando o dentista cobra avaliação e age de forma ética e transparente, contribui para a construção de um relacionamento de confiança com os pacientes.


Com o software de gestão Clinicorp, você pode atrair, converter e fidelizar novos pacientes com as ferramentas exclusivas de marketing, atendimento e gestão. Com o controle total da sua clínica em tempo real e de qualquer lugar, você pode desenvolver as melhores estratégias para escalar o crescimento do seu consultório ou clínica odontológica.  


Se você deseja adquirir o sistema de gestão Clinicorp para transformar a maneira de gerar mais receita para seu consultório ou clínica odontológica, preencha o formulário abaixo e assine o software de gestão líder de mercado:



108 visualizações

Comments


bottom of page