top of page

Propaganda na odontologia: tudo o que você precisa saber para realizar um marketing correto e eficiente

Entenda como realizar a propaganda odontológica da sua clínica sem deixar de atender aos requisitos legais. Este artigo ensinará o que pode ser feito, as regulamentações atuais e como realizar um marketing odontológico eficiente e de forma correta.

Propaganda odontológica. Uma dentista imaginando estratégias de marketing eficientes e legais para sua clínica.
Impulsione o crescimento da sua clínica com propagandas odontológicas eficientes e legais

Entender a forma correta de fazer a propaganda odontológica da sua clínica será o divisor de águas entre o sucesso e a luta para atrair e reter pacientes. Em um mundo cada vez mais digital, entender como realizar um marketing correto e eficiente é mais essencial do que nunca.


No entanto, a propaganda na odontologia não é apenas sobre atrair pacientes. É também sobre cumprir as regulamentações rigorosas que governam a publicidade nesta área. Ignorar essas regras pode resultar em penalidades severas, danos à reputação e até mesmo o encerramento da clínica odontológica.


Neste blog, vamos mostrar o que é permitido e o que é proibido, e dar dicas práticas sobre como fazer um marketing odontológico eficiente com o auxílio de um software de gestão.


Neste Blog você verá:



Boa leitura!



O que é propaganda e como funciona na odontologia


A propaganda é uma forma de comunicação que visa influenciar a atitude de uma comunidade em relação a algum produto, serviço, ideia ou causa. Ela  é uma ferramenta essencial para atrair e reter clientes, bem como para estabelecer e manter a reputação de um negócio.


A propaganda na odontologia pode assumir várias formas. Pode ser tão simples quanto um outdoor, mas também pode ser tão complexo quanto uma campanha de marketing digital, anúncios pagos, gestão de redes sociais, etc.


Independentemente da forma que assume, a propaganda na odontologia tem como objetivo informar o público sobre os serviços oferecidos, destacar as qualificações e experiências dos profissionais, e transmitir a qualidade do atendimento e o conforto proporcionado pela clínica.


No entanto, é importante notar que a propaganda na odontologia é regulada por várias entidades, incluindo o Conselho Federal de Odontologia (CFO). Essas regulamentações estabelecem o que pode e o que não pode ser feito em termos de propaganda, a fim de proteger os pacientes e manter a integridade da profissão. 


Regulamentações sobre propaganda na odontologia


No Brasil, o Conselho Federal de Odontologia (CFO) é a entidade responsável por estabelecer as regras para a propaganda na odontologia. De acordo com as diretrizes do CFO, a propaganda odontológica deve ser informativa e não comercial. 


Isto significa que a propaganda deve se concentrar em informar o público sobre os serviços oferecidos, as qualificações dos profissionais e a qualidade do atendimento, em vez de fazer promessas exageradas ou usar táticas de vendas agressivas.


Além disso, a propaganda na odontologia não deve fazer comparações entre profissionais, clínicas ou tratamentos, nem deve garantir resultados ou usar imagens de “antes e depois”. Também é proibido usar títulos ou qualificações que o profissional não possui.


Outras regulamentações importantes incluem a Lei 5081, que estabelece que a propaganda odontológica deve ser feita de maneira digna e científica, e o Código de Defesa do Consumidor, que proíbe a publicidade enganosa ou abusiva.


Além disso, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR) também possui diretrizes que devem ser seguidas, como a proibição de publicidade que possa causar medo ou ansiedade, ou que use linguagem inadequada.


É importante que os profissionais dentistas e gestores de clínicas estejam cientes dessas regulamentações e garantam que suas estratégias de propaganda odontológica estejam em conformidade. O não cumprimento dessas regras pode resultar em penalidades, incluindo multas e a suspensão do direito de exercer a profissão.


O que pode ser feito na propaganda odontológica


A propaganda odontológica, quando feita corretamente e de acordo com as regulamentações, pode ser uma ferramenta poderosa para atrair e reter pacientes. Abaixo estão algumas iniciativas, algumas já mencionadas acima, que são permitidas na propaganda odontológica:


Informar sobre os serviços oferecidos: você pode listar os tratamentos e procedimentos que sua clínica oferece, desde que não faça comparações ou garanta resultados.


Destacar qualificações e experiências: é permitido destacar as qualificações, especializações e experiências dos profissionais dentistas, desde que sejam verdadeiras e possam ser comprovadas.


Promover a clínica: você pode falar sobre as instalações da sua clínica, o conforto oferecido, a tecnologia utilizada e outros aspectos que podem atrair pacientes.


Educar o público: a propaganda odontológica pode ser usada para educar o público sobre a importância da saúde bucal e dos cuidados odontológicos regulares.


Utilizar canais de marketing digital: é permitido usar sites, blogs, redes sociais e e-mails para promover sua clínica e seus serviços, desde que o conteúdo esteja em conformidade com as regulamentações.


Oferecer informações de contato: você pode fornecer informações sobre como os pacientes podem entrar em contato com a clínica, incluindo endereço, telefone e e-mail.


O que não pode ser feito na propaganda odontológica


Embora a propaganda odontológica seja uma ferramenta importante para a promoção de clínicas e consultórios, existem várias restrições que devem ser observadas para garantir a ética e a legalidade. Aqui estão algumas coisas que não são permitidas na propaganda odontológica:


Garantir resultados: é proibido garantir resultados ou fazer promessas exageradas sobre os tratamentos oferecidos. Cada paciente é único e os resultados podem variar.


Usar imagens antes e depois: de acordo com as diretrizes do CFO, é proibido usar imagens que mostram o antes e depois de um tratamento odontológico.


Fazer comparações: não é permitido fazer comparações entre profissionais, clínicas ou tratamentos, de forma a sugerir que um é superior ao outro.


Usar títulos ou qualificações que o profissional não possui: apenas as qualificações e títulos oficialmente reconhecidos podem ser usados na propaganda odontológica.


Fazer propaganda enganosa ou abusiva: isto inclui qualquer propaganda que possa enganar o público, causar medo ou ansiedade, ou que use linguagem inadequada.


Oferecer brindes ou descontos condicionados a tratamentos: isto pode ser interpretado como uma forma de induzir o paciente a realizar procedimentos desnecessários. 


Divulgar preços e condições de pagamento: de acordo com a legislação brasileira, é proibido divulgar preços e condições de pagamento de procedimentos odontológicos em propagandas. Também é vedado oferecer cartão de descontos, mala direta via internet, sites promocionais ou de compras coletivas, telemarketing, stands, carros de som, plaqueiros, entre outros meios.


Gerar poluição visual: promover direta ou indiretamente a poluição visual e/ou ambiental por meio de publicidade ou propaganda, por exemplo, com placas, panfletos e cartazes.


O que é obrigatório fazer na propaganda odontológica


Ao realizar propaganda odontológica, as clínicas devem seguir as normas do Conselho Federal de Odontologia (CFO), por meio da Resolução CFO-196/2019, que define as obrigações legais que garantem a ética na odontologia. Veja quais são:


  • Nome e número de inscrição no Conselho Regional de Odontologia (CRO) da pessoa física ou jurídica responsável pela propaganda odontológica.

  • Nome completo do profissional responsável técnico, se for pessoa jurídica.

  • Nome representativo da profissão de cirurgião-dentista e das demais profissões auxiliares da odontologia.


Outras regulamentações importantes para o dentista considerar


Além das regulamentações específicas para a propaganda odontológica, existem outras leis e regulamentações que os dentistas devem considerar em suas clínicas. Aqui estão algumas delas:


Código de Ética Odontológica: este código estabelece as normas éticas que os dentistas devem seguir no exercício da profissão. Isto inclui o respeito aos direitos e à dignidade dos pacientes, a prestação de cuidados de qualidade e a manutenção da confidencialidade do paciente.


Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD): esta lei regula o uso e a proteção de dados pessoais no Brasil, incluindo dados de saúde. Os dentistas devem garantir que a coleta de informações, uso e armazenamento de dados estejam em conformidade com esta lei.


Regulamentações de saúde e segurança: existem várias regulamentações que os dentistas devem seguir para garantir a saúde e a segurança de seus pacientes e funcionários. Isto inclui regulamentações sobre controle de infecções, uso de equipamentos de proteção individual e manuseio seguro de materiais perigosos.


Regulamentações de acessibilidade: as clínicas odontológicas devem estar em conformidade com as regulamentações de acessibilidade, garantindo que os pacientes com deficiência possam acessar facilmente as instalações e receber atendimento adequado.


Regulamentações de negócios: como proprietários de negócios, os dentistas também devem estar cientes das leis e regulamentações de negócios aplicáveis, incluindo leis fiscais, leis trabalhistas e regulamentações de licenciamento e zoneamento.


É importante que os dentistas busquem orientação legal e profissional para garantir que estejam em conformidade com todas as leis e regulamentações aplicáveis.


Como realizar um marketing odontológico eficiente e de forma correta


Realizar um marketing odontológico eficiente e correto requer planejamento estratégico, criatividade e um profundo entendimento das regulamentações da profissão. Aqui estão algumas ideias que são permitidas e comumente utilizadas pelos dentistas:


Criação de um site: um site profissional é uma excelente ferramenta de marketing. Ele pode conter informações sobre a clínica, os serviços oferecidos, a equipe de profissionais e formas de contato. 


Redes sociais: você pode compartilhar conteúdo educativo, notícias da clínica e informações sobre os serviços oferecidos. Evite compartilhar imagens de "antes e depois" ou garantir resultados, pois isso é proibido.


Depoimentos de pacientes: com o consentimento por escrito do paciente, você pode compartilhar depoimentos de pacientes satisfeitos. Isso pode ajudar a construir confiança e credibilidade.



O papel poderoso de um software para um marketing odontológico de sucesso


O uso de um software pode automatizar e otimizar várias tarefas, permitindo que os dentistas se concentrem mais em seus pacientes e menos em tarefas administrativas.


O software odontológico da Clinicorp oferece uma série de recursos que auxiliam nas estratégias de marketing. Aqui estão algumas maneiras pelas quais ele pode ajudar:


Agendamento online: gerencie a agenda de todas as suas unidades em um só lugar. Agende consultas na unidade que desejar, selecionando o profissional e agendando como se estivesse no sistema da clínica.  


Agenda Inteligente: agende e ajuste consultas com facilidade, escolhendo a hora, profissional desejado, definindo alertas de retornos e confirmações automáticas. Mantenha o controle da sua clínica com poucos cliques e de forma totalmente digital.


Confirmações e alerta: reduza faltas e otimize o tempo da secretária com mensagens automáticas para confirmar agendamentos e lembrar pacientes sobre consultas. Envie por meio do aplicativo do paciente, e-mail, SMS e WhatsApp.


CRM: acompanhe facilmente a eficácia de suas campanhas de marketing por meio de um funil de vendas. Saiba quem demonstrou interesse, mas ainda não agendou uma consulta, ou quem fez orçamento, mas que ainda está em aberto.


Ao utilizar um software como o Clinicorp, os dentistas podem melhorar suas estratégias de marketing, atrair mais pacientes e fornecer um melhor atendimento.



Conclusão


Em conclusão, a propaganda na odontologia é uma ferramenta essencial para atrair e reter pacientes, mas é fundamental que seja feita de maneira correta e ética. As diretrizes estabelecidas pelo Conselho Federal de Odontologia devem ser seguidas rigorosamente para garantir a legalidade e a ética da publicidade.


Além disso, a utilização de tecnologias modernas, como o software Clinicorp, pode ser extremamente benéfica para otimizar e automatizar várias tarefas de marketing, permitindo que os dentistas se concentrem mais em seus pacientes.


Lembre-se, o marketing odontológico eficiente não é apenas sobre atrair novos pacientes, mas também sobre melhorar o relacionamento com os pacientes existentes e fornecer um atendimento de alta qualidade. Portanto, é importante investir tempo e recursos para desenvolver e implementar estratégias de marketing eficazes.


Para uma gestão completa e eficiente em todos os aspectos do seu consultório ou clínica odontológica, é essencial ter o sistema odontológico da Clinicorp. Complete o formulário a seguir e assine o sistema que é referência no mercado:




25 visualizações

コメント


bottom of page