Toxina Botulínica: indicações e quais os melhores locais de aplicação

Atualmente a toxina botulínica é um dos procedimentos estéticos mais realizados no mundo todo e hoje, vamos conhecer um pouco mais sobre essa técnica, qual sua importância e as boas práticas de aplicação.


esteticista fazendo aplicação de botox na paciente
Toxina Botulínica: conheça as indicações e melhores locais de aplicação.

A toxina botulínica, mais conhecida como botox, é um dos procedimentos mais conhecidos e procurados em clínicas de estética de todo o mundo. Seja por seus notáveis benefícios na melhora da estética ou por sua máxima segurança, ela é a queridinha dos pacientes.


Por esses e outros motivos, os profissionais que optam por trabalhar com essa técnica ou a oferecem em suas clínicas de estética, tem garantia de grande fluxo de pacientes e alta lucratividade.


Se você deseja conhecer mais detalhes sobre a toxina botulínica, neste artigo vamos mostrar o que ela é, quais seus efeitos na estética dos pacientes e como realizar a sua aplicação, tá imperdível.


Leia também: Avaliação Estética: entenda a importância de realizar este processo


O que é e para que serve a toxina botulínica?


A toxina botulínica, o famoso botox, é uma neurotoxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum, uma poderosa substância encontrada na natureza e largamente utilizada em procedimentos de benefícios estéticos e terapêuticos.


Na verdade, existem 8 variedades conhecidas da toxina botulínica (A, B, C1, C2, D, E, F e G), mas somente os tipos A e B são usados clinicamente.


A toxina botulínica tipo A é conhecida há décadas, o primeiro registro científico é do ano de 1817, através do autor Justinus Kerner que publicou um artigo sobre o botulismo. Nessa época, foram encontradas em salsichas defumadas, substâncias que interferem no sistema nervoso e motor, causando a morte de algumas pessoas.


Porém, apenas em 1980, a toxina botulínica começou a ser explorada para fins estéticos através da Dra. Jean Carruthers. Mas sua regularização veio somente em 2002, quando a Agência Federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos - FDA, autorizou o uso dela em tratamentos de estética.


Atualmente, a toxina botulínica é usada tanto para tratamentos estéticos quanto terapêuticos, melhorando desde a autoestima até a qualidade de vida dos pacientes.


Qual o efeito da toxina botulínica?


A toxina botulínica age como um bloqueador da atividade muscular adjacente à área de aplicação, impedindo os estímulos elétricos de chegarem até os músculos, atuando nos transmissores responsáveis pela transmissão do estímulo nervoso que causa o relaxamento desses músculos.


Para gerar o efeito desejado, deve-se aplicar quantidades mínimas, pois a toxina botulínica em grandes quantidades, causa paralisia generalizada, conhecida como botulismo e pode levar à morte.


Por quanto tempo duram seus efeitos?


O tempo de duração do efeito da toxina botulínica pode variar de acordo com cada indivíduo e uma série de outros fatores como idade, tempo de exposição ao sol e prática de exercícios físicos, por exemplo.


No entanto, a média geral de durabilidade é de 6 meses, sendo que o paciente já consegue perceber o resultado 48 horas após a aplicação, atingindo o seu ponto máximo após 15 dias após a aplicação do botox.


Quais as indicações da toxina botulínica?


Na maior parte dos casos, a toxina botulínica é indicada para tratamentos que visam a melhoria da estética dos pacientes. Atualmente, suas aplicações mais comuns, são para: