INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS
arrow&v

ENVIADO!

  • Clinicorp

Coronavírus: os impactos da pandemia na odontologia

Atualizado: Abr 2

Passamos de um ano desde o início da pandemia da Covid-19 e seguimos em um cenário de incertezas. Mesmo com o início da vacinação, o país inteiro segue em crise e novos lockdowns já foram decretados em muitos estados.


Caro Dentista e Administrador de Clínica Odontológica,


Estamos em um momento delicado, com um colapso no sistema de saúde, o número de mortes por COVID-19 aumentando a cada dia, tudo isso, mesmo um ano após o início da pandemia e em meio a campanha de vacinação que já ocorre em todo o país.


Esse cenário faz com que seja necessária a tomada de novas medidas de restrição, ainda mais drásticas, o que já vem acontecendo em muitos estados brasileiros. Essas medidas são importantes para retomar o controle da situação e diminuir o contágio do vírus.


Você mesmo, como profissional da saúde, certamente coloca em prática as recomendações para reduzir a exposição ao COVID-19 e proteger tanto a sua saúde, quanto dos seus pacientes, equipe e família.


Mas, você sabe quais as possíveis consequências da segunda onda da pandemia de Coronavírus, as medidas restritivas e até mesmo um lockdown pode trazer para a sua clínica odontológica?


Preparamos este artigo, listando para você os possíveis efeitos que a segunda onda da pandemia pode ter nos seus negócios e algumas sugestões de como garantir a saúde financeira da sua clínica. Confira!



Quais os impactos da pandemia na área Odontológica?


Como acompanhamos diariamente nos noticiários, inúmeras medidas restritivas têm sido adotadas no país inteiro, o que afeta e até mesmo paralisa as atividades de muitos serviços.


Por mais que as clínicas odontológicas sejam consideradas um serviço essencial, elas dependem direta e indiretamente de outros serviços para manterem seu bom funcionamento, e neste caso a pandemia pode trazer impactos como:


Redução no fluxo de pacientes:


Esteja ciente que em caso de crises, e principalmente em uma pandemia, as pessoas em sua grande maioria passam a ser mais cautelosas ao tomar decisões. Com isso, o fluxo de pacientes diminui, muito pelo receio deles à exposição ao vírus.


Outro fator que influencia nessa redução, é o fato de muitas pessoas estarem desempregadas, com cortes de salário ou até mesmo serem autônomas e estarem com seus negócios fechados.


Isso faz com que elas demorem mais a fechar orçamentos, reduzam gastos, e até adiem a realização de tratamentos que não sejam urgentes.


Interrupção na cadeia de suprimentos:


O alto consumo de certos insumos médicos e a drástica falta de matéria-prima em algumas linhas de produção, vem impactando diretamente as cadeias de suprimento global.


Assim, as falhas nesses serviços devem ser mais constantes, além de atrasos na entrega por parte de fornecedores e indisponibilidade de produtos. Por outro lado, fique atento e denuncie preços abusivos na comercialização de luvas, máscaras e outros itens de higiene.


Impacto no fluxo futuro:


A combinação na redução da demanda e problemas na cadeia de suprimentos, com a crescente lotação do sistema de saúde, devem trazer efeitos econômicos em cascata em todos os setores, inclusive na área odontológica.


As clínicas odontológicas que possuem o parcelamento dos tratamentos definidos e com uma forma de pagamento formalizada, que não dependa do paciente ir até à clínica para realizar o pagamento poderão ter menos impactos no seu fluxo de caixa.


Mas, inevitavelmente, até no caso das clínicas mais preparadas, o fluxo de entradas deve reduzir e levará um tempo considerável - talvez meses - para retomada da normalidade, por isso, esteja preparado.



Como diminuir os impactos da pandemia na área Odontológica?


Como vimos, a pandemia vem trazendo diversos impactos negativos, até mesmo para os serviços essenciais e que podem manter suas atividades em funcionamento mesmo em meios às restrições.


Por isso, nossa recomendação é que você reveja o seu planejamento e procure se preparar para o futuro de incertezas que a pandemia ainda pode trazer, com algumas medidas, como:


1. Planejamento Financeiro:


Garanta que você tem recursos para enfrentar períodos de turbulência. Certifique-se de ter caixa para arcar com custos considerando uma queda nas receitas.


Caso perceba que seus recursos atuais podem não ser suficientes para sanar seus compromissos, trace um plano de ação e busque quanto antes reforçar suas finanças, seja através de meios de captação, renegociação de dívidas ou adiamento de investimentos financeiros.


Considere como você pode fazer mais com menos sem comprometer sua produtividade, utilizando ferramentas de planejamento financeiro para criar uma estratégia bem estruturada, considerando várias possibilidades.



2. Controle de Estoque:


Faça uma análise detalhada do seu estoque para identificar as possíveis carências e como isso pode afetar sua rotina.


Muitos cirurgiões dentistas têm se deparado com máscaras e desinfetantes para as mãos como suprimentos limitados. E sem materiais fica inviável realizar procedimentos, por isso esse controle é essencial para manter o bom atendimento a seus pacientes, de forma segura, principalmente.


3. Investimento em Marketing:


Com o impacto direto da indisponibilidade das pessoas em gastar, gerando incerteza econômica, considere elevar o investimento em marketing. Isso faz sentido se considerarmos como o medo de nossos pacientes está aumentando.


Todos os dias, eles são confrontados com uma enxurrada de dicas de cuidados com a saúde e mudança de hábitos, sem falar dos fake news amplamente disseminados com o objetivo de causar pânico.


Por isso, pense bem: será que esses pacientes também não consideraram o risco de contaminação ao visitar o dentista? Como seus pacientes se sentem ao entrar e sair da sua clínica? Existem maneiras de fazê-los sentirem-se mais confortáveis ​​com o atendimento?


Divulgar como sua clínica está comprometida com a biossegurança tranquilizará o paciente, gerando uma percepção de que sua clínica é um ambiente seguro para ele. Com isso, o impacto das faltas e cancelamentos de consultas será menor.


Isso pode ser feito através da divulgação de conteúdos nas redes sociais, que em tempos de isolamento social, é onde as pessoas concentram a maior parte das suas atenções.


4. Minimize as chances de exposições:


Garanta que as políticas e práticas recomendadas para minimizar a exposição do vírus que causa o COVID-19 sejam implementadas durante toda a jornada do paciente na sua clínica odontológica.


Veja algumas dicas:


  • Peça à equipe da recepção que faça uma triagem prévia com os pacientes que entram em contato para marcar uma consulta;

  • Coloque avisos na entrada da clínica odontológica instruindo os pacientes com sintomas para reagendar sua consulta;

  • No caso de identificar pacientes com sintomas compatíveis com COVID-19, tente adiar o atendimento, se não for situação de urgência;

  • Promova a higiene respiratória: disponibilize álcool em gel, lenços de papel e lixeiras que dispensem o uso das mãos em local visível;

  • Tome medidas para evitar aglomerações na sala de espera. Ao marcar consultas aumente o intervalo entre um atendimento e outro. Seja pontual e, se possível, encurte a duração das consultas;

  • Retire da sala de espera revistas, folhetos e outros objetos que possam ser manuseados por várias pessoas.

  • Mantenha os ambientes sempre bem ventilados;

  • Caso se trate de uma consulta urgente e o paciente apresente sintomas, adote as medidas recomendadas;

  • Não trabalhe e nem permita que ninguém da sua equipe trabalhe com sintomas como tosse, coriza ou febre..

  • Verifique quais tarefas podem ser realizadas remotamente.

5. Plano de Emergência:


Sugerimos que você considere vários cenários e se questione, como:


  • Você realmente tem tanto capital quanto pensa?

  • Por quanto tempo você poderia cumprir com os compromissos financeiros caso seja necessário interromper as atividades?

  • Onde você poderia cortar as despesas sem prejudicar os negócios?

  • Sua equipe está preparada para uma mudança de cenário?

  • Caso você ou outros profissionais da sua equipe precisem se ausentar por um período, que atividades poderiam ser realizadas remotamente?


Faça essas perguntas e crie um plano que ajude você a tomar decisões de forma rápida, caso alguma dessas situações acima ocorra. Isso ajuda a diminuir os riscos reais e amenizar as consequências futuras.


6. Mantenha a calma


Acredite, sabemos o estresse que você está enfrentando e estamos aqui para ajudar.


Trabalhar atendendo os pacientes, considerando os riscos de contaminação em procedimentos odontológicos, coloca sua vida em risco e esperamos que as condições melhorem o mais rápido possível.


A vacina é a esperança de dias melhores, mas enquanto isso, você deve se preparar para os impactos de curto prazo nos seus resultados e tomar o curso de ação para continuar no controle da situação dentro da sua clínica odontológica.


Se você ainda não parou para realizar uma análise, veja esse momento como uma oportunidade para rever pontos importantes na gestão da sua clínica, como custos, investimentos, estoques e até mesmo parcerias que facilitem o andamento das atividades.


Por fim, a nossa recomendação mais importante é que você mantenha a calma. Evite tomar medidas precipitadas e que suas ações sejam baseadas, principalmente, em dados e não no pânico.


O melhor agora é estar ciente das responsabilidades e do cuidado necessário para se manter bem. Esteja ciente dos outros, da sua própria saúde e do incrível serviço que presta.


Essa é uma fase turbulenta, mas vai passar, e quanto mais preparado você estiver, menos impacto receberá e mais rapidamente irá se recuperar.


Em nosso blog, lançamos regularmente conteúdos para ajudar você a otimizar a gestão da sua clínica odontológica, além disso, em nosso Instagram sempre trazemos dicas e insights que podem ajudá-lo a melhorar seu atendimento, aumentar o faturamento e muito mais!



Você vai gostar de ler também:


Odontologia Digital: como se adaptar a essa nova realidade?

Teleodontologia: passo a passo para a realização de consultas à distância

7 dicas para reduzir as faltas de pacientes durante a pandemia

2,984 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
  • Suporte 3
  • Comercial
  • whatsapp2