Elisão Fiscal: como funciona e qual a sua importância

Atualizado: há 7 dias

Já imaginou reduzir os impostos a serem pagos pela sua clínica? A elisão fiscal é um modelo de planejamento tributário que permite essa prática através de meios legais sem a evasão, que por sua vez, envolve a sonegação de impostos.


O sistema tributário brasileiro é um dos mais complexos, burocráticos e difíceis de se compreender. A alta carga de impostos praticada em todas as esferas da administração pública, leva ainda, constantemente os empreendedores a buscarem atalhos, muitas vezes ilegais, para pagarem menos impostos.


Entretanto, existe uma metodologia de planejamento tributário pouco conhecida pelos pequenos e médio empreendedores, que permite através de meios legais, reduzir o valor pago em tributos, chamada elisão fiscal.


Se você faz parte desse grupo de profissionais que nunca ouviu falar em elisão fiscal e deseja conhecer os meios legais para pagar menos impostos, não deixe de ler este artigo!


Neste artigo, você vai encontrar:



Leia também: Bitributação: o que é e por que ficar de olho?


O que é a elisão fiscal?


É quase consenso entre a população, que a carga tributária brasileira é extremamente elevada e fora de contexto, principalmente quando consideramos o valor que uma pessoa ganha em renda e o tanto que ela deve pagar em impostos.


Muito por isso, são recorrentemente descobertos esquemas de sonegação fiscal, entre outras ações ilegais praticadas por pessoas e empresas que buscam pagar menos impostos.


lupa em um bolsa de dinheiro representando impostos
Elisão Fiscal: veja o que é e qual sua importância.

No entanto, o que poucas pessoas sabem é que existe a elisão fiscal, uma estratégia que ajuda a reduzir a carga tributária de uma empresa, usando da omissão do fator gerador do tributo sem infringir a legislação.


Por mais que o termo “omissão do fator gerador do tributo”, faça a elisão fiscal soar como uma prática ilegal, ela é uma estratégia que oferece diferentes meios de pagar menos impostos sem qualquer tipo de ação criminosa.


Dentro da prática da elisão fiscal, existem diferentes possibilidades previstas em lei e algumas que se utilizam de brechas nelas para reduzir o pagamento de impostos.


Nesse sentido, algumas das práticas mais recorrentes de elisão fiscal e que ajudam diversas empresas a pagarem menos tributos anualmente, são reduzir a base de cálculo do tributo, evitar a incidência do fator gerador do tributo e adiar o pagamento tributário sem multas.