top of page

Radiologia Odontológica: saiba como funciona

Atualizado: 19 de mai. de 2023

O processo de radiologia odontológica é responsável pela introdução de novas técnicas e otimização no diagnóstico de casos, contribuindo para o progresso no campo da odontologia moderna.


radiologia odontológica na tela de um computador no consultório do dentista
Radiologia Odontológica: veja como funciona.

As técnicas de radiologia odontológica oferecem um melhor entendimento sobre os parâmetros anatômicos, estruturas e funções dos dentes e demais partes da boca do paciente. São ensaios que usam radiação para ilustrar o esqueleto e as estruturas das superfícies dentárias.


Esses ensaios são geralmente realizados em centros de radiologia odontológica, que possuem os equipamentos e profissionais especializados nesta área. Além disso, esses negócios prestam um importante suporte na etapa de diagnóstico realizado pelos dentistas.


Se você deseja saber mais sobre esse tema, funcionamento e o que é necessário para montar sua clínica de radiologia, não deixe de ler este artigo.


Neste blog você verá:




O que é Radiologia Odontológica: entenda


De acordo com a Associação Brasileira de Radiologia Odontológica (ABRAO), a radiologia odontológica é uma técnica de tratamento da saúde oral. Ela é utilizada para fornecer meios de diagnóstico e um melhor entendimento sobre os parâmetros anatômicos, estruturas e funções dos dentes e demais partes da boca do paciente.


Devido às diversas formas de uso da radiologia, na odontologia ela pode ser dividida em dois grupos: a radiologia intra e extraoral, ou seja, imagens captadas por dentro e por fora da boca do paciente.


A radiografia intraoral permite captar imagens para a análise de toda a arcada dentária, desde a coroa do dente até o término da raiz dentária. Já a radiografia extra oral, permite gerar imagens do maxilar inferior, superior e articulações.


Para captar essas imagens, a radiologia odontológica recorre a doses seguras de radiação, gerando materiais utilizados no diagnóstico, acompanhamento e até mesmo no planejamento do tratamento odontológico.


As aplicações mais comuns da radiologia odontológica são para verificar estruturas anatômicas, avaliar inflamações e anormalidades, mapear as necessidades de pacientes que usarão aparelho ortodôntico, entre outras situações.


Conheça os detalhes de um Odontograma Completo e saiba a importância desse diagrama para um atendimento de qualidade!


Radiologia Odontológica: Aspectos éticos e legais


Praticamente todo especialista na área da odontologia solicita exames de radiologia odontológica à seus pacientes e para evitar possíveis problemas e imprevistos, é preciso estar atento aos aspectos éticos e legais.


Para auxiliar os profissionais dentistas, o Conselho Federal de Odontologia criou, através da Resolução CFO-63/2005, a Consolidação das Normas para Procedimentos em Odontologia que estabelece para os especialistas em Radiologia Odontológica e Imaginologia:



“Art. 59. Radiologia Odontológica e Imaginologia é a especialidade que tem como

objetivo a aplicação dos métodos exploratórios por imagem com a finalidade de diagnóstico, acompanhamento e documentação do complexo buco-maxilo-facial e estruturas anexas.


Art. 60. As áreas de competência para atuação do especialista em Radiologia

Odontológica e Imaginologia incluem:


a) obtenção, interpretação e emissão de laudo das imagens de estruturas

buco-maxilo-faciais e anexas obtidas, por meio de: radiografia

convencional, digitalizada, subtração, tomografia convencional e

computadorizada, ressonância magnética, ultrassonografia, e outros; e,


b) auxiliar no diagnóstico, para elucidação de problemas passíveis de

solução, mediante exames pela obtenção de imagens e outros.”



Seguindo essas resoluções é possível oferecer um atendimento de qualidade, com segurança para profissionais e pacientes, garantido a satisfação de todos os envolvidos.


Conheça os tipos de radiologia odontológica


Devido às diversas necessidades de cada especialidade da odontologia, surgiram diferentes técnicas de radiologia odontológica. Cada uma delas permite registrar diferentes vistas da boca do paciente sendo classificadas em dois grupos: intra e extraoral.


especialista em radiologia odontológica realizando exame no paciente
Conheça os principais tipos de radiologia odontológica.

Conheça os principais tipos de radiologia odontológica existentes:


Radiografia Digital


Estamos na era da digitalização, processos que antes dependiam de muitos processos manuais, hoje se tornaram digitais, intuitivos e, em alguns, casos automatizados. A radiografia digital é uma das técnicas que evoluíram para muito além do status quo no qual se encontrava.


Com essa mudança, a radiologia evolui de imagens geradas por raios, nocivos a longo prazo, para sensores digitais que escaneiam toda a arcada dentária produzindo imagens dos dentes, gengivas e outras estruturas orais.


Como alguns casos odontológicos demandam diagnósticos mais urgentes, a radiologia digital funciona perfeitamente, pois em questão de minutos os laudos com imagens mais nítidas, quando comparadas às impressas, são gerados oferecendo maior eficácia e velocidade aos tratamentos.


As imagens digitais odontológicas são enviadas para um computador, e com a ajuda de um software computadorizado, processadas em questão de minutos.


Atualmente, existem três métodos de radiologia digital para obter essas imagens: o método direto, o indireto e o semi-indireto.


O método direto utiliza um sensor eletrônico colocado na boca para registrar as imagens. Conhecido como scanner intraoral, essa ferramenta é minimamente invasiva e não causa desconforto no paciente.


A técnica indireta, por sua vez, usa um scanner para digitalizar as imagens impressas de forma tradicional. Não é um método muito rápido, pois se você busca agilidade e eficiência, ter que depender de um laudo impresso, pode custar tempo e recursos, o que a longo prazo pode custar bem mais para o seu bolso.


Por fim, a semi-indireta combina um sensor e um scanner para converter raios-X odontológicos em um filme digital, um método eficiente e amplamente utilizado.


Radiografia Panorâmica


As radiografias panorâmicas requerem uma máquina que gira em torno da cabeça do paciente e mostra uma imagem de toda a boca, incluindo todos os dentes do arco superior e inferior.


Os raios-X panorâmicos são usados ​​para planejar o tratamento de implantes dentários, detectar dentes do siso, problemas na mandíbula e diagnosticar tumores ósseos e cistos na cabeça do paciente.


Além disso, os filmes panorâmicos são usados ​​para fins jurídicos e forenses para identificar corpos de vítimas de incêndios, colisões ou outras fatalidades.


Raio-X de Mordida


Os raio-X de mordida são um tipo de exame radiológico feito com o paciente mordendo o filme radiológico. Ele permite analisar de perto detalhes dos dentes superiores e inferiores.


Cada mordida mostra um dente desde sua coroa (topo) até aproximadamente o nível do osso de suporte.


Os raios-X de mordida são usados ​​para detectar cáries entre os dentes e alterações na densidade óssea causadas por doenças gengivais, bem como para determinar o ajuste de coroas dentárias ou restaurações.


Radiografia Oclusal


A radiografia oclusal ou RX oclusal serve para avaliar a existência de raízes residuais, dentes inclusos (dentes do siso) e dentes supranumerários, entre outros.


Radiografia Interproximal


A radiografia interproximal é uma técnica bem específica, utilizada no diagnóstico de cáries entre os dentes.


Seu principal benefício é possibilitar que os dentistas visualizem as lesões provocadas pelas cáries antes delas se tornarem visíveis, de maneira que sem o auxílio do raio-x, eles não teriam a possibilidade de visualizar e diagnosticar os casos com antecedência.


Radiografia Periapical


As radiografias periapicais permitem avaliar todos os dentes do paciente de maneira geral, além de proporcionarem uma visão mais detalhada das cáries presentes nos mesmos.


Dentro da rotina de um dentista, as radiografias periapicais e interproximais são as mais utilizadas.


Radiologia Odontológica e a documentação ortodôntica: saiba como funciona


A documentação ortodôntica é um conjunto de exames (radiografias e fotografias intra e extrabucais, arcada modelada) que compõe o histórico de saúde bucal do paciente e permitem que o dentista analise o caso como um todo.


As imagens de radiologia odontológica, sejam elas tradicionais ou digitais, devem ficar anexadas ao prontuário do paciente e disponíveis para acesso a qualquer momento.



O mercado de radiologia odontológica


Mesmo que saturado em alguns estados, o mercado deradiologia odontológica se apresenta como uma excelente oportunidade de negócio. Afinal, na maioria dos casos, quando o ‌dentista‌ ‌está‌ ‌para‌ ‌iniciar‌ ‌um‌ ‌tratamento odontológico,‌ ‌pelo menos‌ ‌uma‌ ‌radiografia‌ ‌panorâmica‌ ‌é‌ ‌solicitada.


dentista mostrando o raio-x de diagnóstico ao paciente
Como está o mercado de radiologia odontológica?

Esse processo tem gerado grande demanda para os centros radiológicos, que por sua vez, não conseguem atender a todos. Essa lacuna de atendimento abre oportunidades para quem deseja investir nesse mercado tão promissor.


Se esse é o seu caso, confira aqui como começar no mercado de radiologia odontológica!


Como começar a investir?


Se você deseja abrir ‌uma‌ ‌clínica‌ ‌de‌ ‌radiologia‌ odontológica ‌precisa‌ ‌estar‌ ‌atento‌ a‌ uma‌ ‌série‌ ‌de‌ ‌fatores.‌ ‌Afinal,‌ ‌a‌pesar de se concentrar em alguns poucos estados, a ‌saturação‌ ‌neste setor ‌tem‌ ‌refletido‌ ‌o‌ ‌mau preparo ‌de‌ grande parte dos ‌empreendedores‌.


Isso mostra que sem‌ ‌o planejamento‌ ‌adequado,‌ ‌em pouco tempo você pode ser obrigado a ‌fechar‌ ‌suas‌ ‌portas.‌ ‌Essa é uma situação que,‌ ‌com‌ ‌certeza,‌ ‌você‌ ‌não‌ deseja enfrentar.‌ ‌


Por isso, o primeiro passo é estudar o mercado, as necessidades do público, a legislação vigente, se existe concorrência, assim como se haverá demanda suficiente para mais uma clínica radiológica, entre outros fatores.


Essas etapas são essenciais para que você possa planejar o seu negócio e obter sucesso nesta área tão promissora que é a radiologia odontológica.


Quais os desafios?


Um dos maiores desafios para quem abre uma clínica de radiologia é o fato de depender da demanda gerada pelas clínicas odontológicas, que surge quando o dentista encaminha seus pacientes para realizar um exame radiológico.


Nesse sentido, é importante investir em uma boa estratégia de marketing, para que seus serviços se tornem conhecidos e você consiga prospectar clientes que enviem pacientes para o seu centro radiológico.


Outro desafio é o alto valor dos equipamentos, o que requer uma grande capacidade de investimento do profissional interessado em abrir sua própria clínica de radiologia odontológica.


Quem pode abrir uma clínica de radiologia odontológica?


O profissional que pretende trabalhar na área da radiologia odontológica deve possuir um curso técnico ou tecnólogo em radiologia.


Ambos os cursos ensinam a operar os equipamentos e a entender como fazer o diagnóstico por imagem, entretanto, as formações têm algumas diferenças: o técnico é considerado uma formação de nível médio e o tecnólogo de nível superior.


Em resumo, os técnicos aprendem a operar os equipamentos de radiologia, já os tecnólogos recebem uma formação complementar sobre como gerenciar equipes, auxiliar profissionais de saúde, assim como desenvolver trabalhos de pesquisa.


Quando a duração dos cursos, o técnico em radiologia varia de 1,5 a 2 anos, o curso superior de tecnologia em radiologia odontológica, por sua vez, tem duração estimada de 3 anos.



Saiba como se planejar para abrir uma clínica de radiologia odontológica


Como vimos, o mercado de radiologia odontológica está em plena expansão no Brasil, sendo um terreno fértil para quem deseja e pode investir para abrir sua própria clínica de radiologia.


Entretanto, para ter sucesso é preciso estar atento a uma série de fatores, os quais eu listei a seguir.


Acompanhe!


Entenda o mercado


O primeiro passo para abrir uma clínica de radiologia odontológica é entender o mercado no qual você deseja se inserir. Para isso, você deve realizar uma análise detalhada do mercado, estudando principalmente a localização, para ter certeza de que vale investir nesse tipo de negócio.


Estude os principais concorrentes, os preços praticados, assim como demais informações relevantes. Busque também o feedback das clínicas e consultórios odontológicos da região, para avaliar se existe demanda de exames radiológicos por parte deles.


Organize as finanças


Seguindo o planejamento de abertura de uma clínica de radiologia odontológica, é preciso que você tenha uma excelente organização financeira. Afinal, um dos maiores desafios desse mercado é a necessidade de um alto investimento inicial.


Nesse sentido, o ideal é que você tenha mapeados e registrados todos os valores gastos e recebidos. Dê atenção especial ao fluxo de caixa, registrando todos os valores movimentados no seu estabelecimento.


Invista em tecnologia


A qualidade dos seus equipamentos de radiologia determina a qualidade dos serviços que você oferece, por isso é importante que você invista continuamente em inovação tecnológica.


Independente dos serviços que você pretende oferecer, alguns equipamentos são essenciais, tais como:


  • Luz vermelha para câmara escura;

  • Venezianas para câmara escura;

  • Portas e biombos de chumbo;

  • Exaustor para câmara escura;

  • Equipamentos de raio-X;

  • Aventais de chumbo;

  • Chassis radiológicos;

  • Sinaleiros luminosos;

  • Vidros para raio-X;

  • Entre outros.


Além desses equipamentos essenciais, com o passar do tempo você pode notar a necessidade de equipamentos mais específicos. Nesse sentido, o ideal é que você tenha sempre uma reserva financeira para esses investimentos.

Conte com uma equipe qualificada


Além de equipamentos de qualidade, para que sua clínica de radiologia odontológica funcione, é necessário que você contrate bons profissionais, especializados nessa área de atuação.


Um médico radiologista é indispensável, afinal ele será o responsável pela área técnica da sua clínica. Para completar a equipe, é preciso contratar técnicos em radiologia, recepcionistas, equipe de limpeza, entre outros.


Faça parcerias


Em um centro de radiologia odontológica, fazer parcerias estratégicas é essencial, pois você dependerá que as clínicas e consultórios encaminhem pacientes para realizarem exames com você.


Além disso, para otimizar custos, você pode contratar uma empresa de telerradiologia odontológica. Essa empresa pode ser a responsável por elaborar os laudos. Essa prática pode evitar que você tenha que contratar mais de um radiologista com um alto salário, já no início do negócio.


Invista no marketing


Com as demais etapas organizadas e sua clínica radiológica estruturada e operando, é necessário investir na divulgação dos seus serviços.


Você pode começar utilizando as redes sociais, fazendo anúncios de tráfego pago ou até mesmo investir em anúncios em mídias tradicionais. Além disso, você pode apostar no bom e velho boca, conversando diretamente com dentistas, para que eles encaminhem pacientes para fazer exames em seu centro radiológico.


Radiologia Odontológica: como prestar um serviço excelente


O mercado de radiologia odontológica é extremamente competitivo, com os centros radiológicos disputando para atrair mais pacientes. Por isso, é essencial que você tenha um diferencial competitivo forte a oferecer.


auxiliar de dentista mostrando imagem radiológica de diagnóstico para o paciente
Radiologia Odontológica: como prestar um serviço excelente?

Prestar um serviço de qualidade pode ser o segredo para largar na frente da concorrência e conquistar mais clientes. Entretanto, para alcançar esse objetivo, você deve prezar pela satisfação do paciente e de seus parceiros, evitando:


  • Atrasar a entrega de diagnósticos;

  • Descuidar da manutenção dos equipamentos;

  • Oferecer imagens de baixa qualidade;

  • Deixar os pacientes em situação de risco durante os exames;

  • Não investir na atualização da clínica;

  • Contratar profissionais pouco qualificados;

  • Entre outros.


Evitando esses deslizes, você tem pacientes mais satisfeitos, aumentando a autoridade e o conhecimento da sua marca.


Integre os processos na gestão de diagnósticos por imagem com a Clinicorp


Agora, se você é dentista e faz uso regular dos serviços de radiologia odontológica, existem diversas soluções para otimizar o processo de gestão desses dos laudos radiológicos.


Uma delas é a Image2Doc que surgiu para facilitar o processamento, gerenciamento e armazenamento de forma digital de todas as imagens radiológicas.


Essa ferramenta foi desenvolvida pela Proradis especificamente para o compartilhamento de exames entre os centros radiológicos e as clínicas odontológicas solicitantes.


Existem também alguns software de gestão para clínicas odontológicas que contam com ferramentas digitais para armazenamento e organização dos diagnósticos por imagens, integrando-as diretamente ao prontuário do paciente.


Buscando sempre otimizar a experiência dos nossos clientes, desenvolvemos uma integração entre o Image2Doc e o sistema Clinicorp.


Essa integração otimiza e muito a rotina da sua clínica odontológica, auxiliando tanto na etapa de retorno dos exames quanto nos diagnósticos mais precisos, transformando todo o processo e a jornada do seu paciente em algo mais fluido através do digital.


Para conhecer todos os detalhes da integração Image2Doc e Clinicorp, não deixe de ler este artigo: Integração Image2Doc e Clinicorp: o que é e quais os benefícios


Conclusão


A radiologia odontológica é uma área de conhecimento extremamente importante para o dentista e quem pensa em abrir uma clínica ou centro radiológico, tem a disposição um mercado em expansão e repleto de oportunidades.


Entretanto, para obter sucesso neste segmento é preciso definir um planejamento sólido, baseado em uma pesquisa de mercado detalhada, controle financeiro organizado e estratégias assertivas na divulgação dos serviços oferecidos na sua clínica de radiologia.


E se você gostou do nosso conteúdo sobre radiologia odontológica? Que tal receber esse e muitos outros materiais exclusivos, diretamente no seu e-mail?


Basta inscrever-se na Newsletter da Clinicorp e pronto, nós te enviamos!



Sobre o autor

biografia do autor

1.752 visualizações
bottom of page